👯‍♀️Help us create xHamster dream girl! Сheck it out

Fazia tempo que não levava uma encoxada no ónibus

Praticamente todos os dias eu levo encoxada indo ou voltando do trabalho tipo todo dia eu to cravada no pau duro de algum tarado do metro que já nem encano mas ninguém mandou eu ter a bunda grande e empinada né. Mas ontem aconteceu um negócio que fazia tempo que não acontecia, eu tinha que ir com a minha mãe e minha tia perto do terminal Piraporinha, então sai do trabalho mais cedo e passei na casa da minha tia no jabaquara, era fim da tarde e eu tava com roupa social do trabalho mas eu queria ficar com uma roupa mais a vontade, na casa d aminha tia só uma legging pra me emprestar detalhe que essa legging era minha quando eu tinha a bunda bem menor, e como ela é listrada preto e branca já deixava minha bunda muito grande, quando coloquei a calça entrou com muito custo, e quando me olhei no espelho até assustei com o tamanho que tava minha bunda, e de tão esticada ele ficou transparente e dai dava pra ver certinho a marca da minha calcinha, na verdade os dois fiozinhos pra dentro da bunda porque so gosto de calcinha pequena. Coloquei um tenis pra ficar mais confortavel, e mantive a parte de cima uma segunda pele preta. Olhei de novo no espelho e achei muito exagerada minha bunda, ai resolvi amarrar uma blusa na cintura.
Agente foi pro terminar jabaquara e fomos pra plataforma, tava lotada, ficamos na fila, e ai foi esfriando e minha tia pediu minha jaqueta pra vestir, não tive escolha, e dei a blusa pra ela, tentei ficar sempre de frente pra elas nnao verem minha bunda e dar bronca mas fazendo isso tinha que ficar com a bunda virada pra outra parte da fila. Parou um troleibus e boa parte da fila andou e dai depois eles abrem pra quem quer ir em pé, é um empurra empurra, mas não conseguimos entrar nesse e ficamos na fila ainda só que reparei que agora atra de mim tava um cara que não tava antes, dei aquelas olhadas pra tras pra ver o tamanho da fila, e pude ver um pouco quem tava atras, ele tava de tenis e bermuda e a parte de cima não consegui ver nessa primeira virada. O terminal só ia enchendo, chegou mais um troleibus e começou um leve empurra empurra e dai sim senti algo quente e duro encostar na minha bunda, pensei na hora, vai rola encoxada hoje. A fila foi entrando e finalmente entre no troleibus, minha mãe e minha tia fora mais pra frente se sentar e eu preferi ficar na parte articulada do troileibus, estava bem cheio, o cara que vinha se esfregando em mim passou na minha frente e ja ficou apoiado no ferro no meio do circulo que emenda um onibus no outro, mas ele foi bem safado porque ficou virado pra frente com o pau duro, e era muito volumoso, as pessoas estavam entrando com pressa então nem sei se viram, mas eu vi, e sabia que aquilo era um código pra mim, andei até ele e virei de costas e me posicionei na frente, dele, só que preciso confessar, eu ja fiz esse movimento esfregando minha bunda nele, entao aquele pau imenso saindo pela lateral da bermuda foi arrastado pela minha bunda e praticamente se encaixou no meio da minha bunda, enquanto isso mais pessoas entravam, e bastou isso, dei uma leve ajeitadinha e pude senti a cabeça do seu pau forçando com força a entrada do meu cuzinho. Confesso que fiquei preocupada com a calça rasgar.
Por sorte o troileibus foi ficando mais cheio e eu aproveitava pra ir ainda mais pra tras apertando o pau dentre no meio da minha bunda, pude inclusive abrir um pouco minha bunda pra deixar ir mais fundo. Pronto, eu podia senti boa parte do pau dele atolado em mim, senta a temperatura, ele latejando, inclusive numa das disfarçadas passei a mão e pude sentir na ponta dos meus dedos a cabeça do pau dele, aquele degrauzinho da cabeça meu tesão foi a mil. O troleibus finalmente saiu do terminal, e esse motoristas são bem ignorantes e logo no primeiro farol em frente ao Habbibs ele freiou e juro que achei que fosse rolar sexo anal ali de tanto que entrou. kkk Parou num primeiro ponto e mais gente entrando, e depois quando ficou numa parte reta o onibus foi mais de boa, e o cara que me encoxava era tão safado que pegou na minha cintura e controlava os movimentos, se alguém estivesse vendo ia achar um tesão porque eu tava achando, eu deslizava minha bunda por todo volume do pau dele, nas freiadas eu dava leves empinadas na bunda e empurrava pra tras, e podia sentir de leve escorregar na minha bucetinha, eu me conheco e sabia que eu estava toda molhada já.
Ficamos nessa coisa gostosa por todo trajeto, mas chegou uma hora numa descida para o terminar Diadema que eu juro que eu queria sexo, e acho que ele tambem, e o motorista fez um movimento brusco na descida, eu na loucura dei um pulo pra tras, e consegui praticamente sentar no pau dele estando de pé, a cabeça do pau dele estava forçando a entrada da minha bucetinha, eu tava com tesão, o bico dos meus seios estavam visivelmente duro, se a calça rasgasse entraria em mim, rs, assim que entrou no terminal Diadema ficou tudo escuro, e senti a cabeça do pau dele latejando na entrada da minha bucetinha, eu estava na ponta do pés pra me manter encaixada, e o safado começou a gozar, eu senti aquele calor e molhado entre minhas pernas, foi a hora que soltei meu peso, e o pau dele se enganchou ainda mais, pessoas saiam pessoas entravam e ele continuava com o pau cravado em mim, muito duro e todo melado, o cheiro de porra impregnou mas como tinha uma criança comendo salgadinho ali perto o cheiro nao apareceu tanto. Aos poucos seu pau foi amolecendo, mas ele continuou me encoxando, esfregando o pau em mim meio mole. Me encoxou até o terminal piraporinha. Desci junto com minha mãe minha tia, eu tentava me recompor de tanto tesão e melada de esperma, deixei elas andarem na frente porque não sabia as condicoes da minha calça. Minha tia mora perto, e assim que chegamos na casa eu fui direto pro banheiro, olhei minha calça e estava com uma rodela imensa amarelada de esperma e cheiro muito forte de porra fresca. Minha bucetinha tambêm estava melada, no meio da minha bunda tambêm, eu acho que ele não gozava tinha muito tempo pois era muita porra. Dei limpada nas coisas, e quando sai pedi minha blusa pra amarrar na cintura de novo e joguei um perfume por cima.
Story URL: https://nl.xhamster.com/stories/fazia-tempo-que-n-o-levava-uma-encoxada-no-nibus-841645
Gelieve of om opmerkingen te plaatsen
Als spammers op je content reageren, ben jij de enige die zulke reacties kan zien en beheren Alle verwijderen
que delicia, queria encoxar assim, me adiciona ai please
20 dagen geleden
Antwoorden
aan johncena87: me adiciona como amigo por favor?
Conheço esse trajeto como a palma da minha mão rsrs se pá posso ter te encoxado já rsrs
2 maanden geleden
Antwoorden
adorava ser eu o macho
6 maanden geleden
Antwoorden
Adoraria saber mais dos seus horários pois faço o mesmo caminho
7 maanden geleden
Antwoorden